Comunicação ›› Informações rodoviárias

  • 15/12/2017

Espanha: Portagens eletrónicas no País Basco (N-1/A-15)

Tal como a ANTRAM já tinha noticiado durante o passado mês de outubro, a partir do dia 1 de janeiro de 2018, as autoridades bascas irão começar a cobrar portagens de forma eletrónica, em alguns troços da N-1/A-15, a veículos pesados de mercadorias.
 
Neste momento, já se encontram colocados os três pórticos destinados à cobrança eletrónica das portagens. Esses pórticos, encontram-se nas seguintes localizações:
  • Pórticos 1+2: "Autopista A-15 Navarra - Gipuzkoa", entre a interseção de Bazkardo em Andoain até ao fim na interseção com a AP-8 e GI-41 e Astigarraga.
  • Pórtico 2: "Carretera N-I de Madrid a Irun", entre a interseção sul de Andoain y e a interseção norte Andoain.
  • Pórtico 3: "Carretera N-I de Madrid a Irun", entre o limite com Navarra em Etzegarate e a interseção sul Idiazabal.
Clique aqui para visualizar o mapa
 
O pagamento das portagens será efetuado através do sistema de cobrança de portagens eletrónico -  Via T - ou através de outro equipamento que seja compatível.
Para as empresas que não tenham este tipo de equipamento, deverão proceder ao registo do veículo/matrícula e selecionar a forma de pagamento das portagens, antes do inicio da viagem (todos os detalhes sobre este registo disponível aqui). Em alternativa, os transportadores também se poderão registar em quiosques, que se encontram colocados nas áreas de serviço de Oiartzun (AP-8) em ambos os sentidos, no serviço de atenção ao cliente em Aritzeta (GI-20), nas áreas de serviço de Alegia, no sentido Vitoria-Gasteiz (N-1) e ainda, na área de serviço de Etzegarate.   
 
As tarifas a aplicar são as seguintes (atualizado a 22/12):

 

veículos de peso bruto superior a 3.5ton. e inferior a 12ton.

veículos de peso bruto superior ou igual a 12ton.

N-1 em Etzegarate 

 2,36 euros

 2,93 euros

N-1 em Andoain

 0,56 euros

 0,69 euros

N-1/A-15 entre Andoain e Irun

 2,64 euros

 3,27 euros

N-1 Irun-Etzegarate

 5,56 euros

 6,89 euros


O não pagamento destas portagens, será sancionado com coimas, que poderão oscilar entre os 150 euros  e os 1999 euros – leves, entre os 2000 euros e os 7999 euros – graves e em caso de reincidência, entre os 8000 euros e os 150000 euros.   
 
 
A ANTRAM irá continuar a acompanhar este assunto e logo que surjam novidades, não deixaremos de dar nota.


« voltar